domingo, 2 de abril de 2017

Navio de carga desaparece no Atlântico após deixar o Brasil com 24 pessoas

Um grande navio de carga sul-coreano, que tinha 24 pessoas a bordo, desapareceu no Atlântico Sul. Segundo relatos, a embarcação tinha saído do Brasil.


Dois marinheiros filipinos foram encontrados em um bote salva-vidas e resgatados, informou a agência de notícias AFP, citando um porta-voz da Marinha uruguaia.

Na sexta-feira, um membro da tripulação enviou uma mensagem de texto dizendo que tinha água entrando no cargueiro Stellar Daisy, de 312 metros de comprimento.

A Marinha uruguaia alertou navios mercantes que estavam na área para iniciar uma busca. Um porta-voz da Marinha disse que eles relataram um forte cheiro de combustível.

Pôster em escritório na sede da empresa, na Coreia do Sul

As duas pessoas resgatadas foram encontradas por navios comerciais que ajudaram na busca, informou a agência de notícias Yonhap.

"A operação de busca continua para encontrarmos as outras 22 pessoas", disse à Reuters um oficial sul-coreano do Ministério das Relações Exteriores.

A Coreia do Sul também pediu ao Brasil e Uruguai para continuar as buscas, disse o oficial.

O navio, um gigantesco transportador de minério, com capacidade para carregar até 260 mil toneladas, estava sendo operado por uma empresa sul-coreana. A tripulação era composta por 16 filipinos e 8 sul-coreanos a bordo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário