quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

QUATRO!!!!! Bolsonaro tem apenas quatro votos em eleição para presidente da Câmara


O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) ficou em último lugar em quantidade de votos na eleição para o novo presidente da Câmara dos Deputados ocorrida na tarde desta quinta-feira (2). Ele obteve quatro votos, contra os 293 dados ao vencedor: o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que vai presidir a Casa no biênio 2017-2018.

Em segundo lugar ficou Jovair Arantes (PTB-GO), com 105 votos, seguido de André Figueiredo (PDT-CE), que teve 59 votos, Júlio Delgado (PSB-MG), com 28 e Luiza Erundina (PSOL-SP), 10. Houve cinco votos em branco.


Essa foi a terceira vez que Jair Bolsonaro concorreu à presidência da Câmara. Além das eleições deste ano, ele já tentou o cargo em 2005 e 2011, ambas vezes sem sucesso.

Conhecido pelas questões polêmicas em que se envolve, durante seu discurso desta quinta-feira no plenário da Casa, Bolsonaro levou um exemplar do jornal "O Globo" e mencionou uma reportagem em que um dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) defendia a legalização da maconha e, futuramente, da cocaína.

Usou o caso como exemplo para dizer que o papel de legislar não deve ficar a cargo do Judiciário, mas do Legislativo. "O Poder Legislativo se encontra subserviente ao Executivo e submisso ao Judiciário", disse.

No ano passado, o Conselho de Ética da Câmara decidiu por 11 votos a um arquivar a representação que pedia a cassação do mandato de Bolsonaro por ele ter defendido em plenário a memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, um dos principais símbolos da repressão durante a ditadura militar.

Em abril, ao votar a favor do processo de impeachment de Dilma Rousseff, Bolsonaro elogiou a memória do coronel, morto em 2015.

Oficial do Exército, ele já está em seu sétimo mandato como deputado e, no ano passado, começou a revelar interesse em se candidatar à Presidência da República. Com este objetivo, trocou o PP pelo PSC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário