sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Duterte anuncia fim da trégua com rebeldes comunistas


Manila, 3 fev (EFE).- O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, anunciou nesta sexta-feira a ruptura do cessar-fogo com o comunista Novo Exército do Povo (NEP), após o grupo ter tomado a mesma decisão anteriormente e realizado diversos ataques mortais.

O líder filipino declarou que a medida entrará em vigor nesta noite, por isso ordenou aos soldados que "retornem aos acampamentos e limpem seus rifles", em discurso televisionado da província sulina de Cotabato.

Na quarta-feira, o Novo Exército do Povo, considerado grupo terrorista por Estados Unidos e União Europeia, declarou de maneira unilateral o fim do cessar-fogo de caráter indefinido que tinha assinado há cinco meses com o governo de Duterte.

O NEP anunciou o fim da trégua para o próximo dia 10, mas nos últimos dias perpetrou vários ataques nos quais pelo menos seis soldados morreram e outros dois foram sequestrados, segundo informou à Agência Efe o porta-voz das Forças Armadas, Restituto Padilla.

"Perdi muitos soldados em apenas 48 horas. Continuar com o cessar-fogo não vai servir para nada", expressou o presidente filipino em seu discurso.

Duterte também garantiu que "não haverá paz com os comunistas até o final desta geração", mostrando assim o pessimismo sobre o futuro do conflito que já se prolonga por mais de quatro décadas e deixou pelo menos 30 mil mortos. EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário