quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Peña Nieto cancela reunião com Trump após anúncio de muro na fronteira

Presidente americano disse que Peña Nieto deveria cancelar reunião se não for pagar pelo muro que será construído na fronteira.


O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, afirmou nesta quinta-feira (26) que não vai mais comparecer à reunião com o presidente americano, Donald Trump, que estava agendada para a próxima terça-feira (31).



"Nesta manhã informamos à Casa Branca que não participarei da reunião de trabalho programada para a próxima terça com o @POTUS (presidente dos EUA)", postou Peña Nieto em sua conta no Twitter.

Esta mañana hemos informado a la Casa Blanca que no asistiré a la reunión de trabajo programada para el próximo martes con el @POTUS.— Enrique Peña Nieto (@EPN) January 26, 2017

Trump assinou nesta quarta-feira (25) uma ordem executiva para iniciar a construção de um muro na fronteira com o México, uma das principais e mais polêmicas promessas de campanha do republicano.

Após a assinatura, Peña Nieto disse que lamentava e reprovava a decisão, e reiterou que seu país não pagará pela construção do muro, como defendia Trump. "O México não acredita nos muros. Já disse várias vezes, o México não pagará nenhum muro", declarou, em um vídeo publicado no Twitter.

Peña Nieto também ordenou que os 50 consulados mexicanos nos EUA reforcem suas medidas de proteção e "se convertam em autênticas defensorias dos direitos dos imigrantes". No vídeo, ele não falou sobre a viagem a Washington.

Mais cedo, nesta quinta, Trump afirmou que Peña Nieto deveria cancelar sua visita a Washington, se o México se recusar a pagar pelo muro.

“Os EUA têm um déficit de US$ 60 bilhões com o México. Tem sido um acordo de apenas um lado desde o início do Nafta, com números massivos de empregos e empresas perdidas. Se o México não quer pagar pelo tão necessário muro, seria melhor cancelar o encontro”, escreveu Trump no Twitter.

The U.S. has a 60 billion dollar trade deficit with Mexico. It has been a one-sided deal from the beginning of NAFTA with massive numbers...— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) January 26, 2017

of jobs and companies lost. If Mexico is unwilling to pay for the badly needed wall, then it would be better to cancel the upcoming meeting.— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) January 26, 2017

Até US$ 15 bilhões

O líder republicano do Senado dos EUA, Mitch McConnell, disse nesta quinta que o muro na fronteira com o México deve custar entre US$ 12 bilhões e US$ 15 bilhões.

Em uma entrevista concedida à ABC News divulgada antes da assinatura da ordem nesta quarta, Trump disse que a construção do muro na fronteira com o México começará "assim que possível". Questionado sobre se seria uma questão de "meses", o presidente disse: "Eu diria em meses". Segundo o presidente, o planejamento da construção começa imediatamente.


Na entrevista, Trump também afirmou que a construção será financiada pelos contribuintes americanos, mas que "relativamente em breve" o país começará uma negociação de reembolso com o país vizinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário