terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Justiça determina que Odebrecht reassuma o controle do Maracanã, no Rio

Uma disputa de liminares jogou um dos maiores templos do futebol no abandono. O consórcio, que tinha o direito de explorar o estádio, desistiu do negócio. A Justiça mandou que a empresa reassumisse o controle. Nessa briga judicial, o Maracanã se deteriora. A Odebrecht, que lidera o consórcio, rebate que voltou a administrar o estádio, mas ressalta que vai continuar a briga na Justiça. A alegação é a de que o Comitê Rio 2016 não realizou as obras prometidas em contrato. Argumento que não convence a Justiça.


Nenhum comentário:

Postar um comentário