domingo, 29 de janeiro de 2017

Após dois meses de prisão, ex-governador Sérgio Cabral estuda delação premiada

Com medo de novas delações, o ex-governador do Rio de Janeiro estuda mudar a estratégia de defesa e contar tudo para ter a pena reduzida. A Justiça bloqueou R$ 77 milhões em contas de suspeitos e de empresa que, segundo o Ministério Público, eram usadas no esquema de corrupção que envolve Eike Batista e Sérgio Cabral.


Nenhum comentário:

Postar um comentário