segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Manifestantes fazem ato em defesa da Gruta Dainese em Americana


Manifestantes fizeram um ato, na manhã deste domingo (04), em defesa da Gruta Dainese, em Americana. Cerca de 30 pessoas protestaram contra a proposta da prefeitura de fazer uma obra de prolongamento da Avenida Florindo Cibin que passará por dentro do Parque Natural Municipal da Gruta. Eles justificam que as intervenções afetarão os recursos hídricos e o ecossistema.
 
 
 
A manifestação foi promovida pela ACAEDUC (Associação Cultural, Ambiental e Educacional de Proteção do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) “Amigos da Gruta” e pelo Projeto Olhos da Gruta. Eles se concentraram na Escola Marcelino Tombi e seguiram pela mata e deram um abraço simbólico na gruta.
 
O vice-presidente da ACAEDUC, Fábio Ortolano, considerou o ato uma forma de sensibilizar a administração sobre a relevância daquela área verde. “A obra proposta pela Prefeitura afetará diretamente os recursos hídricos, pois haverá uma interligação numa área onde há um lago, uma queda d'água e algumas nascentes”, considerou.
 
O ativista Juliano Schiavo, que participou do ato, defende que sejam criados projetos para que o local sirva para aulas sobre meio ambiente. “O primeiro ponto, Americana é uma cidade praticamente urbanizada. Quase sem áreas verdes. A gruta é um dos únicos pontos que tem mata atlântica e vegetação de cerrado. É questão de conscientização ambiental”, disse ele.
 
A Câmara de Americana rejeitou, no último dia 24 de novembro, um projeto de lei do vereador Luciano Correa (PSD) que propunha a a transformação da área da gruta em um parque municipal e área de preservação ambiental. Durante a votação, 14 parlamentares foram contrários ao projeto. Além do autor, Antonio Carlos Sacilotto (PSDB), Ulisses Silveira (PSB) e Valdecir Duzzi (SDD) foram favoráveis à matéria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário