segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Em quatro anos, Prefeitura de Hortolândia entregou cerca de 3 mil novas moradias

Prefeito Antônio Meira (PT), entrega administração com maior programa de habitação da História da Cidade


O sonho de ter casa própria virou realidade para moradores de Hortolândia. A Prefeitura entregou, neste ano, 96 apartamentos do Condomínio III do Residencial Novo Estrela. O empreendimento integra o programa federal ‘Minha Casa Minha Vida’ e, neste projeto, a Prefeitura investiu adicional de R$ 7 milhões para garantir um acabamento de melhor qualidade. No total o Residencial Novo Estrela conta com 672 unidades habitacionais, sendo 288 do Condomínio I, 288 do Condomínio II e 96 do Condomínio III. Nos últimos quatro anos, a Prefeitura implantou o maior projeto habitacional da história de Hortolândia, tendo entregue mais de 2,8 mil moradias. 

Divulgação

No fim de seu mandato como prefeito, Antonio Meira, destaca que desenvolver o maior projeto habitacional da história da cidade foi motivo de muita alegria e o seu sentimento é de dever cumprido. “O sonho de muitas famílias é poder ter a sua casa própria, um local digno para viver e criar seus filhos. Por conta dessa necessidade não medimos esforços e, com muito trabalho, conquistamos nos últimos anos cerca de 3 mil apartamentos para a nossa cidade. Um número expressivo e que, sem dúvida, transformou a vida de milhares de pessoas em nossa cidade”, disse.

Outra importante ação desenvolvida paralelamente pela Prefeitura na área habitacional foi o trabalho de regularização fundiária. No Jardim Nova América, com apoio da Prefeitura, cerca de 1.600 famílias estão prestes a conquistar a escritura da casa própria. A loteadora, Imobiliária Cidade de Campinas, protocolou o projeto junto ao Cartório de Registro de Imóveis de Sumaré para que, após análise, este possa efetuar o registro do parcelamento e a abertura de matrículas individualizadas dos lotes. “Trabalhamos em duas frentes: construir apartamentos para aqueles que mais precisam e regularizar os lotes em bairros consolidados. Foi um grande trabalho, onde conquistamos resultados expressivos”, comentou o prefeito.

O Jardim Nova América, loteamento particular com 1.682 lotes, obteve a aprovação municipal e também a DCUA (Declaração de Conformidade Urbanística e Ambiental), documento emitido pelo programa estadual de regularização ‘Cidade Legal’. A Prefeitura havia protocolado o projeto de regularização fundiária do Jardim Nova América junto à Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo. Após formalizado o registro do loteamento, a proprietária da área poderá outorgar as escrituras aos moradores. A atual Administração Municipal regularizou, nos últimos quatro anos, cerca de 3 mil lotes nos bairros Jardim Boa Esperança, Jardim Primavera e Recanto do Sol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário