quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

“Ele tinha muita inveja do Kiko”, dispara Carlos Villagrán sobre Roberto Bolaños

Carlos Villagrán, o Kiko do seriado “Chaves”, concedeu entrevista a Pochat e contou por que foi expulso da turma comandada por Roberto Bolaños.


Carlos Villagrán está no Brasil e concedeu uma entrevista exclusiva ao “Programa do Porchat” exibido nesta quarta-feira (7). No papo, além de confidenciar momentos marcantes do seriado “Chaves”, o intérprete do personagem Kiko falou sobre a briga que teve com Roberto Bolaños, criador da produção.

“Ficamos juntos por oito anos e fizemos turnês por vários países. Nas coletivas de imprensa, sempre perguntavam mais para mim. Despertou inveja, ciúme… Começaram a querer tirar o Kiko da turma. Eu fui tirado, e o seu Madruga (Ramón Valdés) quis sair em solidariedade. Depois disso, o programa começou a acabar”, revelou.

Foto: Antonio Chahestian/Record TV

“A Televisa me vetou e também não podia trabalhar no Chile. (Roberto) Bolaños começou a mandar fax para as empresas para que não me dessem trabalho”, lembrou o artista, que se disse criador das características do personagem Kiko. “Ele acreditou que tudo era criação dele. Começou a pensar ‘Eu sou gênio’. Ele menosprezou os companheiros. E também teve o dinheiro”.

Villagrán também contou que nunca mais esteve com Bolaños após deixar a emissora mexicana. O dramaturgo morreu em novembro de 2014. “Nunca mais voltamos a fazer as pazes. Liguei, mas ele nunca me atendeu”, lamentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário