sábado, 5 de novembro de 2016

Suspeito de matar padrasto da namorada é encontrado em Americana


A Polícia Civil prendeu na manhã de ontem o comerciante Fernando Cassiano Ribeiro, 31, em uma chácara na Praia dos Namorados, em Americana. Ele é suspeito de ser o assassino do mecânico Eder Donizete Gui, 36, esfaqueado dia 29 de outubro. Gui era padrasto da namorada de Ribeiro.
 
 
O homicídio pelo qual o homem foi preso temporariamente faz parte de uma série de três assassinatos registrados em seis dias na cidade. Essa quantia representa um terço dos nove casos registrados pela SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) entre janeiro e setembro deste ano (dado mais recente).
 
Os investigadores informaram que receberam uma denúncia anônima sobre o paradeiro do comerciante. Ele não resistiu à prisão e foi levado para o 2º DP (Distrito Policial) de Santa Bárbara d'Oeste. Em depoimento, ele confirmou a facada e não entrou em detalhes sobre a ocorrência, segundo a polícia.
 
O delegado José Donizete de Melo ratificou a prisão e Fernando Ribeiro continuava preso até o final da tarde de ontem.
 
Segundo o registro da ocorrência de homicídio, o mecânico foi tirar satisfação com Ribeiro por causa de uma discussão em que o comerciante teria agredido sua enteada. 
 
Gui foi até a casa do acusado, que trabalha em um trailer de lanche, e foi esfaqueado no peito. O crime ocorreu na Rua Salvador, no bairro Cidade Nova, por volta das 20h10. 
 
De acordo com o BO (Boletim de Ocorrência), o comerciante fugiu em um veículo Peugeot 206 branco. A vítima ainda foi atendida na unidade Modular Dr. Afonso Ramos, mas não resistiu ao ferimento.
 
O advogado do indiciado, Nonato Menezes de Melo, ingressou com um pedido de revogação da prisão temporária e pedido de habeas corpus. 
 
"Ele é um menino bom, fica claro que foi tudo em legítima defesa. É réu primário e tem todas as condições de deixar a cadeia", considerou Menezes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário