segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Sobrinha-neta de Sarney é encontrada morta em sua casa em São Luís


A sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney Mariana Costa, 33, foi encontrada morta neste domingo (13) em seu apartamento em São Luís.
 
Segundo informações da polícia, a vítima foi encontrada na cama pelas duas filhas, de 11 e 9 anos, com sinais de asfixia. O laudo da perícia com a causa da morte ainda não foi divulgado.
 
O principal suspeito do crime é o cunhado de Mariana, o empresário Lucas Porto, 37, casado com a irmã da vítima e um dos donos do grupo Planta Engenharia.
 
Porto foi preso, interrogado e deve ser encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Ele nega a autoria do crime.
 
Câmaras de segurança do prédio mostram que ele esteve três vezes no apartamento de Mariana na tarde em que ela foi morta.
 
Na primeira vez, Lucas Porto foi ao apartamento deixar Mariana e as filhas em casa após uma confraternização.
 
Pouco tempo depois, ele retornou e passou cerca de uma hora no local e saiu apressado pelas escadas. No hall do prédio, fez uma ligação do seu telefone celular.
 
Lucas Porto ainda retornou ao apartamento uma terceira vez, vestindo outra roupa, após ser informado por familiares da morte de Mariana.
 
A polícia informou que ele tinha marcas de arranhões no pulso, no peito e no rosto no momento em que foi detido. A ligação feita no hall de entrada do prédio havia sido apagada do seu telefone.
 
Mariana Costa era filha do ex-deputado estadual Sarney Neto e casada com o empresário Marcos Renato, pecuarista e dono da empresa de laticínios São José. Ela será enterrada na tarde desta segunda-feira (14) no cemitério Parque da Saudade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário