quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Gêmeos acusados de Pedofilia ofereciam créditos e celulares para as vítimas


Os irmãos gêmeos Cláudio e Claudinei acusados de pedofilia e presos no dia 18 ofereciam aparelhos celulares e créditos para recarga às vítimas, segundo a DIG (Delegacia de Investigações Gerais). A corporação informou que, além das imagens e vídeos de sexo, um dos indiciados, também mandava às crianças fotos de seu pênis e filmagens nas quais ele se masturbava.
 
As informações foram obtidas por meio dos celulares da dupla. O outro acusado detido pela Polícia Civil, que descobriu o caso após denúncia dos pais de uma criança de 10 anos, de Americana. A DIG suspeita que eles aliciavam crianças em todo o País.
 
Os irmãos adicionavam meninos pelo Facebook, pegavam o número de telefone deles e os colocavam em um grupo no WhatsApp. De acordo com a corporação, eles perguntavam às crianças se elas precisavam de celular, o que atraía a atenção delas. "Eles perguntavam se as crianças gostavam das fotos e dos vídeos. E prometiam os créditos para manter o contato", informou um investigador.
 
A DIG comunicou que, até ontem, havia identificado apenas a vítima de Americana.
 
A corporação pediu a prisão preventiva de ambos à Justiça ontem, já que as temporárias vencem hoje. Cláudio está na Cadeia Pública de Santa Bárbara D'Oeste, enquanto Claudinei se encontra no presídio de Sorocaba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário