terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Defensoria visita ocupação da Vila Soma, em Sumaré

Área pertencente à massa falida da Soma Equipamentos, em Sumaré, invadida por famílias sem-teto
 
Fonte: Todo Dia
 
Membros do Núcleo de Habitação da Defensoria Pública do Estado de São Paulo estarão em Sumaré hoje para avaliar a situação dos moradores da ocupação do Parque Residencial Manoel Vasconcelos, conhecido como Vila Soma.
Há cerca de um mês, a Justiça determinou a reintegração de posse da área, que pertence à massa falida da empresa Soma Equipamentos Industriais, com a remoção das cerca de 5 mil famílias que vivem no local. A estimativa de habitantes é de lideranças comunitárias que atuam na ocupação.
De acordo com o advogado das famílias que atualmente moram no local, Alexandre Mandl, a decisão do juiz Gilberto Vasconcelos Pereira Neto, da 1ª Vara Cível de Sumaré, também solicitou das esferas estadual e federal alternativas para a realocação dos moradores em outro local.
De acordo com Mandl, a ação de reintegração segue sem data definida, “O juiz precisa primeiramente das respostas aos ofícios enviados à esferas estadual e federal antes de determinar qualquer data para a desocupação”, afirmou o advogado.
FRENTES
Segundo ele, a Defensoria fará hoje uma análise da situação da ocupação em diferentes frentes. Uma visita está programada no local pelos integrantes da Defensoria.
Após a decisão judicial pela reintegração de posse, alguns moradores chegaram a acampar em frente a Prefeitura de Sumaré como forma de protesto, mas acabaram deixando o local depois de receberam a promessa da administração municipal de quem uma solução para o caso seria buscada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário